electronic superhighway (1966-2016)

electronic superhighway (1966-2016)

Artes › Exposições › Coletivas, Desenho, Escultura, Fotografia, Pintura, Vídeo / Multimédia
8 nov a 19 mar/18

Quarta a segunda, das 12h às 20h

Produzida pela Galeria Whitechapel, Londres, em 2016, esta exposição mais de cem peças que mostram o impacto das novas tecnologias e da internet nos artistas de meados da década de 1960 até ao presente. Apresenta obras multimédia novas e raramente vistas, juntamente com filmes, pintura, escultura, fotografia e desenho de mais de 70 artistas, incluindo Cory Arcangel, Judith Barry, James Bridle, Constant Dullaart, Lynn Hershman Leeson, Vera Molnar, Nam June Paik, Thomas Ruff, Hito Steyerl, Amalia Ulman, entre outros.

O título da exposição tem origem num termo inventado em 1974 pelo artista sul-coreano pioneiro da videoarte, Nam June Paik, que percebeu o potencial das ligações globais através da tecnologia. Ordenada por ordem cronológica invertida, Electronic Superhighway começa com obras criadas na passagem do milénio, e termina com Experiências em Arte e Tecnologia (E.A.T.), um evento marcante de 1966. Abarcando um período de 50 anos, de 2016 a 1966, vão surgindo momentos-chave na história da arte e da Internet à medida que a exposição viaja em direção ao passado.
 

Informações Úteis

8 novembro: 19h
Conversa com Emily Butler, em formato de visita comentada, sobre a relação entre a arte e a Internet nas últimas cinco décadas, através das obras/experiências de mais de 70 artistas com a tecnologia.
60 min
2,5€

Local

Av. Brasília, Central Tejo
1300-598 Lisboa

Formulário de procura

Continuam

O Prazer de Fazer, a Joia ao Alcance da Mão

Artes › Cursos / Encontros

Encontro dos Origamigos de Lisboa

Artes › Cursos / Encontros

Ateliers de Fotografia a céu-aberto

Ar livre
Artes › Cursos / Encontros